Conheça 4 golpes comuns praticados no WhatsApp e como fugir deles

Os golpes na internet ocorrem constantemente e, infelizmente, são cada vez mais comuns no Brasil. Há diversas modalidades existentes, e o principal aplicativo de conversação do mundo, o WhatsApp, não fica de fora do alvo dessas pessoas.

Alguns golpes são muito utilizados e, pelas suas características, confundem os usuários mais desavisados, os quais podem perder sua conta por esse tipo de problema. Para auxiliá-lo a ter cautela, minimizar suas chances de passar por perdas em relação à sua conta e melhorar a segurança do seu dispositivo, vamos mostrar como funcionam os principais golpes do WhatsApp e o que você pode fazer para evitá-los. Boa leitura!

1. Chip roubado

Esse é um dos golpes mais utilizados pelos cibercriminosos. O responsável realiza o roubo do número da vítima, clonando-o, e passa a utilizar o seu WhatsApp para praticar golpes em seu nome.

Por exemplo, o golpista finge que é você e pede um dinheiro emprestado para resolver uma situação crítica, mandando mensagem para sua rede de contatos. As pessoas, acreditando que se trata de algo urgente, cedem e realizam a transação. Por isso, quando você suspeitar que ocorreu isso com seu número, comunique à sua rede de amigos próximos para evitar que os golpistas sejam bem-sucedidos.

2. Mensagem na caixa postal

Outro golpe bastante comum é receber um e-mail dizendo que há uma mensagem na caixa postal do seu celular, o que ocorreu devido a uma chamada perdida no aplicativo. Assim, aparece um link para que você possa ouvir a mensagem.

O problema é que, ao clicar nesse link, um vírus aproveita uma brecha de vulnerabilidade e poderá ser instalado na sua máquina. Caso seja no computador, é muito comum que a ação seja um ransomware.

Nos casos em que você realiza o acesso por smartphone, uma série de malwares poderão ser instalados no aplicativo. Nesse contexto, é bastante importante lembrar que o WhatsApp não tem serviço de Caixa Postal e, portanto, esse tipo de mensagem não faz sentido.

3. Cupom de desconto

Esse é um golpe comum, porque ele é bem chamativo para os usuários, na medida em que oferece um benefício rápido e direto, ainda que fraudulento. Você recebe uma mensagem de um amigo (que já esteja com seu aparelho infectado pelo vírus) dizendo que há um desconto em alguma loja específica e que, ao clicar no link, receberá o cupom de desconto.

Contudo, ao abrir o link, você será levado para uma página que utilizará alguma falha no sistema para entrar em sua máquina, podendo utilizar os dados presentes no sistema, acessar sua conta, entre outros.

Lembre-se sempre de que empresas não oferecem cupons de desconto por esse meio. E caso um amigo envie isso para você, confirme se ele realmente mandou o conteúdo. Caso contrário, provavelmente será um vírus. Outra forma de tirar a dúvida sobre a questão é fazer uma pesquisa no Google com esse fim.

4. Site falso

Outro ponto muito comum é receber links com sites falsos por WhatsApp, que direcionam você para sites não confiáveis, que terão o vírus que infectará o seu dispositivo. A mensagem é construída para levá-lo para esse local, com alguma proposta que pareça irresistível para o leitor.

Alguns conteúdos comuns para esse tipo de ação fraudulenta são:

  • recarga ilimitada;
  • uso de fake news para chamar a atenção da pessoa para ir para o site;
  • link de ofertas imperdíveis;
  • alerta de dívidas falsas e possibilidade e regularização da situação, entre outros.

Outras dicas importantes para minimizar os riscos são:

  • opte pela dupla verificação;
  • confira se os endereços de e-mail e domínios dos links são reais ou fake (por exemplo: @bancodobrazil.com.br);
  • utilize antivírus especializado.

A Bommtempo entrega, para maior parte dos planos, um antivírus, que permite proteger o seu dispositivo. Com essas dicas, é possível prevenir-se de golpes no Whatsapp e evitar dores de cabeça.

Achou interessante? Compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e leve essa informação para outras pessoas!

0Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.