Golpe do WhatsApp: como se prevenir e evitar que seu WhatsApp seja clonado

Um dos golpes digitais que vem tomando força no Brasil é o “Sequestro” de conta de WhatsApp, tendo feito mais de 8,5 milhões de vítimas no país somente em 2020, segundo projeção feita pela pesquisa do laboratório de segurança digital da Psafe (DFNDR Lab).

Ainda de acordo a pesquisa, a maioria dos entrevistados (26,7%) apontaram o vazamento de conversas privadas como o prejuízo mais recorrente. Em segundo (26,6%), o envio de links com golpes para outros contatos e em terceiro (18,2%), solicitações de dinheiro aos contatos.

Como funciona o golpe?

Primeiro, o criminoso cadastra o número de telefone da vítima em um outro aparelho, e então, um SMS contendo um código de liberação de acesso ao WhatsApp é enviado para o celular da vítima. Feito isso, os criminosos entram em contato com a vítima por ligação ou mensagem de texto para induzi-la a fornecer o código de liberação, e em seguida, sua conta do WhatsApp é bloqueada.

Em grande parte dos casos, os bandidos se utilizam de estratégias de Engenharia Social, que costuma ser eficaz por se basear na relação de confiança entre a vítima e seus contatos. Em alguns casos, os criminosos chegam a estudar características das vítimas acessando informações via Redes Sociais, tudo isso para ajudar a elaborar uma história que ajude a enganar os contatos na hora de iniciar uma conversa.

Como saber se meu WhatsApp foi clonado?

Cheque as suas conversas atuais, e procure por mensagens estranhas, que foram supostamente enviadas por você. Normalmente, os golpistas estudam o seu jeito de falar, vocabulário e gírias para melhor se parecer com você, diante de seus contatos. Também é válido procurar por áudios que você não ouviu, porém aparecem como reproduzidos.

Além disso, confira se há uma sessão de WhatsApp Web ativa. Isso pode ser feito em “Ajustes(iOS)/Configurações(Android)”, WhatsApp Web. Caso haja uma sessão ativa, você vai ver o nome do dispositivo. Para desconectar, selecione a opção “Sair de Todos os Computadores“.

E como faço pra proteger meu WhatsApp?

A medida mais simples a se tomar é a verificação em duas etapas ou autenticação em duas etapas. Essa funcionalidade adiciona uma camada extra de segurança ao seu aplicativo, exigindo uma senha de seis dígitos toda vez que o seu WhatsApp for acessado de outro dispositivo.

Para ativá-la, abra o aplicativo do WhatsApp, clique em “Configurações/Ajustes”, depois em “Conta” e então “Verificação em duas etapas”. Siga o passo-a-passo abaixo:

Esse post faz parte de uma série de conteúdos relacionados a segurança digital, uma ação promovida pela Bommtempo em prol de uma internet mais segura para todos. Você pode conferir outros posts da série abaixo:

Conheça 4 golpes comuns praticados no WhatsApp e como fugir deles

Vai pagar contas pela internet? Veja quais cuidados tomar!

Segurança da informação: guia completo para pequenos negócios

0Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.