5 dicas para estudar online de forma mais produtiva

Estudar online é uma oportunidade extremamente valiosa para muitas pessoas. É uma modalidade de aprendizado que oferece diversos benefícios, o que contribui para um melhor desempenho na assimilação de informações.

Atualmente, parece ser um método de estudo bem adaptado à modernidade, mas existem também alguns desafios. Para lidar com eles, é necessário conhecer dicas de como aprimorar a produtividade.

Com essas recomendações, as pessoas podem contornar as principais dificuldades. Isso envolve organização do tempo e superação de problemas técnicos relacionados a conexão de internet, qualidade, velocidade e estabilidade.

Assim, é possível focar exclusivamente nos assuntos e conteúdos a serem estudados. O que é o ideal, não acha? Por isso, se quiser saber como otimizar sua rotina de estudos online, continue acompanhando este post.

As vantagens de estudar online 

No mundo atual, com a internet se tornando uma ferramenta tão usada, é comum que as pessoas passem a usar a rede para estudar também. O estudo online oferece uma série de vantagens que os estudantes só encontram nessa modalidade. Por isso, é tão atraente para todos.

Uma das vantagens é justamente a economia. Cursos online tendem a ser mais baratos do que os presenciais, justamente por apresentarem essa questão da distância. Desse modo, são opções interessantes para muitos.

Além disso, há mais opções de cursos no ambiente virtual. Existe um mar de possibilidades de temas e áreas que podem ser explorados, com algumas ótimas alternativas para especialização em assuntos bem específicos. Com isso, é possível garantir as habilidades necessárias para se dar bem em algumas profissões e garantir aperfeiçoamento profissional, inclusive, com vários cursos ao mesmo tempo.

Outra questão é o estilo de estudo, com maior flexibilidade. Na busca por conhecimento via internet, as pessoas criam seus próprios horários, com a possibilidade de intercalar as atividades dos cursos com outras tarefas e responsabilidades. O estudante consegue, por exemplo, priorizar as horas em que é mais produtivo, de modo a otimizar o processo. 

Essa flexibilidade também inclui a facilidade de estudar de qualquer lugar, desde que haja uma conexão com a rede, como Wi-Fi ou 4G. Dessa forma, torna-se viável aprender mesmo não estando em casa ou desfrutando uma viagem por aí.

Outro ponto é a autonomia. O aprendizado online é muito focado no interesse do próprio aluno. Ele deve buscar conteúdos complementares, solicitar ajuda dos professores e correr atrás de outras questões. A grande vantagem é ter a internet à sua disposição, com todo conteúdo necessário para isso. Você já parou para pensar nessa grande vantagem da web?

Com essa autonomia, o estudante desenvolve uma capacidade de buscar a sua própria evolução, que o ajudará a se destacar no mercado e em sua carreira profissional. Esse tipo de característica está justamente sendo cada vez mais valorizada nas empresas.

Dicas para ter mais produtividade

Agora, vamos explorar algumas dicas práticas de como ser mais produtivo no estudo online.

1. Definir uma rotina

A primeira dica é organização da rotina. Estabeleça um cronograma com as principais atividades da sua semana e do seu dia, de modo a garantir que você realmente estude os aspectos que precisa estudar.

Com esse ajuste, você consegue maior transparência, além de definir as prioridades, com a noção de tudo que será visto. Assim, não vai deixar nada importante de lado.

Isso também inclui organizar suas atividades fora dos estudos, ou seja, ser organizado com relação a seus horários e a tudo o que você faz no dia a dia. Assim, poderá ter uma noção de quanto tempo tem dedicado aos estudos para saber se é suficiente. 

2. Organizar o espaço para evitar distrações

Outra questão é a organização do espaço e do local de estudos. É fundamental separar uma sala específica na sua casa para essa atividade. Dessa forma, escolha um local livre de distrações e de barulhos para se dedicar totalmente ao aprendizado. Também pense nas condições do lugar onde estuda, como uma boa cadeira, uma mesa para as ferramentas etc.

Resolvida a questão do lugar, você está pronto para obter melhores resultados do seu esforço, com foco em produtividade. Ou seja, estudar mais e melhor.

Um aviso importante: o ideal é buscar conforto, mas não conforto demais. Afinal, é preciso manter uma noção de que o aprendizado deve ser algo sério, um momento de concentração, quase como um trabalho mesmo. Assim, é interessante evitar consumir conteúdos diretamente da cama ou do sofá, por exemplo.

3. Anotar questões importantes

Outra dica interessante é realizar algumas anotações durante o processo de estudo. Afinal, estudar é muito mais do que ler livros ou assistir a videoaulas de forma passiva. É preciso refletir, se questionar e escrever.

Ao colocar as informações no papel, é possível exercitar a sua memória para se lembrar do que viu e resumir o que aprendeu. Isso ajuda a fixar os assuntos e garante que você está pronto para falar sobre o assunto caso alguém pergunte também.

Além disso, você pode sempre voltar às notas para revisar os conteúdos e relembrar depois de um tempo. Interessante, não acha? Com esse hábito, o estudante consegue aprender mais, de maneira efetiva e prática. 

4. Fazer pausas

Quando estiver no processo de estudo, lembre de fazer umas pausas de vez em quando. Não queira fazer tudo de uma vez para não dar uma pane no cérebro. As paradas estratégicas são ótimas para ajudar a descansar, pensar em outros assuntos e refrescar a memória para otimizar o aprendizado.

Se estiver exausto, uma parada pode ser suficiente para conseguir forças para continuar lidando com um assunto chatinho, por exemplo. O Pomodoro é uma técnica bem eficaz com relação a isso.

É uma metodologia muito usada por quem deseja impulsionar a produtividade, removendo esses bloqueios que acontecem quando seguimos tentando algo sem parar. Ajuda a dividir o tempo em períodos de trabalho seguidos de períodos de pausa, sendo que é possível definir quanto dura cada etapa. 

5. Verificar os equipamentos

Por fim, é preciso ter atenção para as questões técnicas que envolvem o estudo online. Isso quer dizer que é necessário, principalmente, trabalhar com uma boa conexão, que seja estável, rápida e segura.

Assim, será possível fazer videoconferências, baixar os materiais de referência e assistir a videoaulas sem interrupções. É fundamental ter em mente que a conexão é a base que permite o aprendizado online de qualidade.

Em muitos casos, é preciso pensar em mudar de provedor de internet, inclusive, em busca de uma opção mais robusta e sólida. Só assim você conseguirá uma conexão de qualidade para focar no aprendizado e evoluir nos cursos e nas matérias.

Estudar online é uma estratégia bem interessante, com muitas vantagens. O aluno consegue flexibilidade, praticidade e características que permitem se destacar e crescer ainda mais profissionalmente. Para que tudo isso dê certo, é preciso seguir nossas dicas e, acima de tudo, contar com um plano de internet compatível com a demanda das aulas online.

Agora que você conhece essas dicas, já pode colocar em prática. Especialmente, se está enfrentando dificuldades com o seu plano de internet atual, entre em contato com a Bommtempo!

0Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.