Como fazer uma compra online segura? Confira nossas 7 dicas!

O mercado de e-commerce no Brasil deve ultrapassar R$ 100 bilhões de faturamento em 2020. Isso é muita grana e mostra como as lojas virtuais já são parte do nosso dia a dia. Mas será que você sabe como fazer uma compra online segura?

Pois é, conforme as lojas virtuais vão ficando mais comuns, o número de golpes e fraudes online também vai aumentando. Se você não tomar cuidado, aquela placa de vídeo incrível de apenas R$ 500 pode se tornar um prejuízo enorme.

Se você não tem certeza se tem feito compra online segura, não precisa temer. Nós vamos ensinar você a evitar fraudes e comprar com segurança.

Então vamos lá!

1. Escolha sites confiáveis para uma compra online segura

Essa é uma dica bem óbvia, mas que muita gente ainda ignora: compre de sites que são confiáveis. Ou seja, páginas que tenham reconhecimento no mercado.

É tecnicamente muito fácil montar uma página de loja para aplicar um golpe financeiro. Com os softwares de edição de imagens atuais, dá para uma pessoa má intencionada criar documentos falsos e cometer fraudes online. No entanto, se você sabe quais são os e-commerce mais confiáveis, consegue evitar ser enganado.

Por exemplo, se você for comprar um novo computador para jogar os games mais desejados do momento, opte pelas famosas lojas especializadas, como KaBuM!, Pichau e Terabyte. Se preferir, pode também comprar em lojas de departamento (Magazine Luiza, Fast Shop, Americanas etc.) ou diretamente das fabricantes (Acer, Dell, HP).

Uma dica central para você verificar se um site é confiável ou não é olhar se ele tem um cadeado ao lado da sua URL no seu navegador. Se tiver, é porque ele usa o protocolo HTTPS. Ele criptografa a comunicação entre o seu computador e a página, tornando a navegação e a compra mais seguras. 

2. Verifique se o site segue todos os cuidados de segurança

Vamos supor que você não queira comprar em nenhuma das lojas acima porque achou uma promoção incrível em outro lugar. Como saber se aquela é uma compra online segura?

Em primeiro lugar, o site deverá ter um cadeado na URL. Esse é o símbolo que indica o uso do protocolo HTTPS, que já mencionamos. O segundo ponto é procurar pelos dados oficiais da loja. Ela deve disponibilizar:

  • endereço comercial físico;
  • telefone fixo;
  • CNPJ;
  • Razão Social.

No entanto, não basta só saber esses dados, viu? É importante pesquisar por eles para saber se são verdadeiros e se não há alguma suspeita em relação ao site. Se for o caso, vale a pena ligar para o número de telefone e tirar qualquer dúvida.

Se você quiser checar o CNPJ da empresa, entre no site da Receita Federal e faça uma busca rápida com o número. Só compre se a situação estiver como “ativa”.

3. Pesquise a opinião de outros consumidores daquela loja

Antes de avançar nas suas compras pela internet, tire alguns minutos para pesquisar a opinião de outros consumidores daquela loja. Isso ajudará a entender qual é a experiência que você provavelmente terá.

Para fazer isso, recomendamos entrar primeiro nas redes sociais da loja. Se houver muitas reclamações por lá, é mau sinal. Depois, vá em sites como Reclame Aqui ou Ebit. Eles ajudam a fazer uma compra online segura, já que reúnem as reclamações dos consumidores.

Porém, é importante ter em mente que nem toda reclamação é igual. Um “produto atrasado” é ruim, claro, mas não configura golpe ou fraude. Então faça uma avaliação com bom senso, ok?

4. Proteja seu computador contra vírus e outras ameaças

Existem vários tipos de golpes online. Se você quer melhorar sua segurança na internet, precisa conhecer a maioria para evitar problemas. Um tipo de fraude comum é montar uma loja para poder instalar spywares no computador dos clientes.

Um spyware é um tipo de vírus de computador que captura todas as informações da sua máquina (o que você digita, os que sites vê, suas senhas etc.) e envia para o hacker.

O cadeado na URL ajuda a se prevenir dessas situações. Além disso, é bom ter um antivírus instalado na sua máquina também. Recomendamos contratar um plano de internet que disponibilize antivírus para a sua conexão.

5. Mantenha sua senha do cartão de crédito em segredo

Quando você faz compras pela internet, tem a opção de deixar seus dados salvos no site para “facilitar da próxima vez”. Você costuma fazer isso? Se sim, saiba que está em risco. Isso porque essa opção significa deixar o número do cartão de crédito, seu endereço e o CVC (Código de Verificação de Cartão) salvos no servidor da loja.

No entanto, caso a loja seja invadida (como não é raro acontecer), seus dados estarão expostos e bandidos poderão fazer compras usando o seu cartão. É claro que muitos cartões já contam com um sistema de bloqueio automático quando detecta esse tipo de situação, mas o prejuízo pode ser alto.

Uma alternativa interessante é criar um cartão de crédito virtual temporário. Muitos bancos oferecem esse recurso para você usar em uma única compra pela Internet ou telefone. É uma maneira de se proteger enquanto compra online. Veja se o seu banco oferece o recurso e use-o quando for fazer alguma compra.

6. Evite comprar em uma rede Wi-Fi pública

Se você quer realmente fazer uma compra online segura, deve segurar qualquer impulso de comprar na rua e só fazer o pagamento quando chegar em casa. Em nenhuma hipótese você deve comprar algo em uma rede Wi-Fi pública, certo?

Isso porque é muito fácil interceptar dados de um dispositivo na mesma rede Wi-Fi que o seu. Na verdade, existem apps gratuitos que fazem isso.

Por isso, se o seu dispositivo enviar o CVC e o número do cartão para o roteador público e depois para o servidor na internet, qualquer pessoa próxima pode roubar seus dados. Portanto, só faça compras pela internet em sua conexão residencial.

7. Veja se a plataforma de pagamentos é segura

Por fim, nossa última dica para fazer uma compra online segura é optar por lojas que usam uma plataforma de pagamentos protegida e de confiança. Alguns exemplos são PayPal, Wirecard e Mercado Pago.

Além disso, lojas em marketplaces (como Amazon, Mercado Livre e Elo7) costumam ser mais confiáveis, pois o gerenciador do espaço é um mediador que age em favor do consumidor caso dê algum problema e não receba o produto.

Essas são as 7 dicas básicas para você que quer aprender como fazer uma compra online segura. Assim, mesmo que você veja uma promoção absolutamente imperdível, mas a loja não passa no filtro, não compre. Perder a oportunidade é muito melhor do que o prejuízo de cair em um golpe.

E aí, gostou das nossas dicas? Se você quer aprender mais sobre como fazer compras pela internet e proteger o seu computador, assine agora mesmo a nossa newsletter gratuita!

0Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.