Fake news: 7 passos para saber como identificar

As fake news, como são chamadas as notícias falsas, infelizmente surgem todos os dias graças à facilidade de criar e compartilhar conteúdo pelas redes sociais. E suas consequências são bastante graves. Afinal, têm como objetivo enganar o leitor, induzir a determinados comportamentos, criar opiniões com viés de vantagens políticas, financeiras, entre outras. Além disso, há casos que prejudicam um indivíduo ou grupo para beneficiar outro.

Os efeitos são tão sérios que foi elaborado o Projeto de Lei 2630/20, que pretende criminalizar a disseminação de informações falsas. Sendo assim, é fundamental adotar algumas práticas bastante simples mas muito eficazes para garantir que você não seja ludibriado e que repasse apenas dados verdadeiros. Anote nossas dicas!

1. Não leia apenas o título

É bastante comum as fake news terem um título não condizente com o texto. Tenha em mente que uma ou duas linhas são incapazes de contar uma história completa. Títulos e subtítulos sensacionalistas são utilizados para chamar a sua atenção. Portanto, sempre leia toda a matéria para saber do que exatamente se trata e, assim, evitar as chances de propagar notícias falsas.

2. Desconfie de artigos bombásticos

Notícias chocantes e impactantes realmente despertam a curiosidade, mas a finalidade muitas vezes é apenas conseguir mais cliques e difundir mentiras. Essa técnica é utilizada principalmente para polarizar opiniões causando emoções fortes no público. Nesse caso, utilize o senso crítico e não aceite tudo como se fosse verdade simplesmente porque está na internet.

3. Confira a data

Muitos textos antigos costumam circular novamente nas redes sociais como se fossem um acontecimento recente, especialmente quando o assunto volta a ser comentado. A informação pode ter sido verdadeira há algum tempo, mas, quando é divulgada como se fosse atual, causa bastante confusão. Então sempre verifique a data da publicação antes de repassar.

4. Cheque a fonte

Outra dica importante para saber como identificar fake news é conferir a autoria da matéria. Verifique também em que site está publicada. Veículos desconhecidos, com nomes semelhantes a sites famosos ou, ainda, que não apontam o autor são muito suspeitos. Em situações assim vale a pena dar um Google e conferir outras fontes.

5. Entenda o contexto

Áudios e vídeos são facilmente editados e tirados do contexto para que pareçam que o interlocutor disse algo totalmente diferente. Procure a gravação original e completa, analise as circunstâncias daquilo que foi publicado e a coerência do que foi dito pelo indivíduo em relação ao assunto.

6. Cuidado com links

Em muitos casos, além de propagar mentiras, as fake news também induzem o leitor a clicar em links ou baixar algum material para obter mais informações sobre alguma notícia chocante. O que ocorre é que, ao clicar nesses links, o seu computador — ou outro dispositivo que estiver usando — pode ser infectado por vírus que coletam seus dados, controlam sua máquina ou danificam o sistema.

7. Utilize sites de verificação

Devido à grande quantidade de fake news compartilhadas e aos problemas que podem causar à sociedade, foram criadas plataformas de fact checking, isto é, de checagem dos fatos. Atualmente, várias agências e sites oferecem a verificação que ajuda a descobrir se uma notícia compartilhada na internet é falsa. A seguir, confira alguns deles:

  • E-Farsas: lançado em 2001, é considerado um dos mais antigos sites de checagem;
  • Fake Check: essa plataforma utiliza inteligência artificial e machine learning para avaliar se uma notícia é verdadeira;
  • Fato ou Fake: conta com a ajuda de jornalistas que trabalham em diversos veículos de comunicação e verifica notícias compartilhadas de assuntos gerais.

Vale lembrar que a melhor coisa a se fazer é sempre pesquisar em mais de um local para avaliar a veracidade de alguma notícia. Também, pesquise sobre os responsáveis pelos sites, inclusive das agências e plataformas de checagem. Isso garantirá que você não seja enganado.

Como você viu, as notícias falsas têm consequências gravíssimas. Por isso, ao receber qualquer matéria, siga nossas dicas sobre como identificar fake news antes de acreditar no conteúdo e sair repassando aos seus contatos. Desse modo, você ajudará para que a verdade prevaleça, além de colaborar para manter a segurança na internet. Lembre-se que você é responsável pelo que compartilha.

Que tal contribuir ainda mais para que as fakes news percam força? Compartilhe este post nas redes sociais e ajude outras pessoas a identificarem o que é falso na web!

0Shares

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.